CERTIFICAÇÃO DE AUTOPEÇAS AVANÇA NO PAÍS

Itens de segurança, como barras e terminais de direção, estão em processo de certificação. A fabricação desses componentes certificados com o selo do Inmetro está prevista para ter início em novembro de 2014. Outros componentes, como radiadores, material de atrito para freios e aditivo para arrefecimento, também entram em processo de certificação do Inmetro. A lista de autopeças certificadas vem aumentando nos últimos anos, uma forma de garantir ao consumidor produtos atestados pelo Inmetro.
O estudo para a criação da norma ABNT que servirá de base para o processo de certificação de autopeças com o selo do Inmetro, é acompanhado pelo Sindicato Nacional de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças), entidade que reúne os fabricantes do setor, tem avançado nos últimos anos. A iniciativa, que partiu da indústria de autopeças e é coordenada pelo Sindipeças, começou em 2008. Os primeiros componentes a receberem a certificação compulsória do Inmetro foram os catalisadores, passando a ser obrigatória a comercialização desde abril de 2011. O prazo para implementação da certificação leva, em média, 36 meses, a contar da data de publicação da norma Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), sendo 18 meses para fabricação e importação e 24 meses para distribuição e varejo.
Já possuem a certificação vidros de segurança temperados e laminados para para-brisa, rodas e líquidos para freios, hidráulicos.
Este ano passaram a ser fabricados com o selo do Inmetro vários componentes automotivos: buzinas, amortecedores, pistões de liga leve de alumínio, pinos, anéis de trava, anéis de pistão, bronzinas, bomba elétrica, lâmpadas e baterias.

 

Fonte: Jornal Brasil Peças

 

9th January 2014 Notícias

Leave a Reply